Notícias

Economia divulga Índice de Preços ao Consumidor em Goiânia

9 de maio de 2019

Nesta quinta, 9 de maio, a secretaria da Economia divulgou, em coletiva para imprensa, o Índice de Preços ao Consumidor em Goiânia, referente ao mês de abril. A divulgação foi feita pelo economista Marcelo Eurico de Sousa, do Instituto Mauro Borges. O economista destacou que a variação de 0,17% em abril foi o menor resultado apurado neste ano.

Em abril, houve diminuição nos grupos de Alimentação, Habitação, Artigos Residenciais e Vestuário. Produtos alimentícios como feijão carioca, batata inglesa e banana maçã tiveram queda considerável de preço, o que contribuiu também para o barateamento de 1,25% do valor da cesta básica que, para uma pessoa, está calculada no valor de R$338,77. De qualquer maneira, Marcelo Eurico pontua que os alimentos, em geral, mesmo com índice em queda, ainda continuam com preço elevado, devido aos últimos seis meses de alta contínua.

Em contrapartida, o índice positivo de 0,17% foi fortemente influenciado pelos grupos de Transportes, Saúde e Cuidados Pessoais. Em Goiânia, houve aumento de 3% na passagem de ônibus urbano convencional, além de subida de preços de gasolina comum (5,57%) e etanol (7,19%). Marcelo Eurico alerta os consumidores que o preço dos combustíveis ainda tem indicativos de aumento, além do gás de cozinha. 

Houve também aumento de medicamentos autorizado pela Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos. Trata-se de um aumento pontual, que não deverá sofrer variação nos próximos meses. Entre os produtos que sofreram reajustes estão anticoncepcionais (6,24%), antiácidos (6,28%) e antigripais (4,88%).

Para acessar o IPC de abril, com detalhamento de informações, clique >>aqui<< para acessar o documento produzido pelo Instituto Mauro Borges.

Comunicação Setorial - Economia

http://aplicacao.sefaz.go.gov.br/post/ver/232606/economia-divulga-indice-de-precos-ao-consumidor-em-goiania