Notícias

Profisco é encerrado com inovações para a Secretaria da Economia

31 de maio de 2019

A Secretaria de Estado da Economia promoveu hoje (31/05) seminário de encerramento e apresentação dos projetos desenvolvidos por meio do Programa de Modernização da Administração Fazendária (Profisco), financiados pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Foram entregues cerca de 20 projetos, alguns com destaque nacional.

É o caso, por exemplo, do Programa de Fiscalização Inteligente Seletiva (FIS) e o modelo de cobrança, ambos citados pela consultora do BID, Cristina Mac Dowell, como modelos para várias outras unidades da Federação. “São dois grandes exemplos de sucesso do Profisco em Goiás, de avanços da modernização fiscal. Estamos à disposição de Goiás para novas parcerias”, afirmou Cristina. O FIS, segundo a secretária Cristiane Schmidt foi apresentado em reunião com secretários de Fazenda de Estados que fazem divisa com Goiás para que seja uma das ferramentas utilizadas em conjunto no combate à sonegação fiscal.


Durante o seminário, a secretária da Economia, Cristiane Schmidt informou que está empenhada em conseguir a assinatura do Profisco II antes de setembro. “Espero que o Profisco II possa trazer novos projetos tanto para a Receita quanto para o Tesouro Estadual e que nossas tecnologias sejam exportadas para Estados parceiros para juntos possamos combater a sonegação fiscal.

 
Entre os produtos que modernizaram tanto a Receita quanto o Tesouro Estadual e a Tecnologia da Informação, estão: a aquisição de equipamentos para a fiscalização móvel; o Cadastro de Inadimplentes (CADIN); Sistema de Auditoria dos setores de energia, telecomunicações e substituição Tributária; a Conta Única do Tesouro Estadual; o Sistema de Contabilidade Geral do Estado; aperfeiçoamento do Modelo de Corregedoria Fiscal com aquisição de software para gravação de audiência.


Além deles, foram implantadas melhorias no atendimento ao contribuinte em várias unidades do Estado com a padronização no atendimento, reforma e construção de prédios. Em fase de teste está o ITCD Web que, em breve, irá propiciar ao contribuinte a declaração pela internet, inclusive a digitalização dos documentos.


O superintendente Executivo da Receita Estadual e coordenador geral do Profisco, Aubirlan Borges Vitoi, lembrou que “o Profisco foi iniciado na fase de transição dos documentos físicos para os eletrônicos e, por isso, foi imprescindível para acompanhamento das novas tecnologias que trazem vantagens tanto para a fiscalização quanto para o contribuinte e para o Estado”.


Comunicação Setorial – Economia
Fotos: Denis Marlon

http://aplicacao.sefaz.go.gov.br/post/ver/232778/profisco-e-encerrado-com-inovacoes-para-a-secretaria-da-economia