Governo de Goiás

Secretaria de Estado da Fazenda

Busca:
Área Restrita
Cadastre-seCadastre-se
Notícias
Operação “fake note” combate sonegação em Farmácia

14 de fevereiro de 2019

A Secretaria da Economia e a Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Contra a Ordem Tributária (DOT) deflagraram hoje (14/2) a Operação Fake Note (nota falsa), em três empresas do ramo farmacêutico e produtos hospitalares de Goiânia. Três mandados de busca e apreensão foram cumpridos para apurar indícios de fraude na emissão de Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e), com objetivo de sonegar ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

Análise preliminar do fisco aponta sonegação na ordem de R$ 1 milhão desde 2018, quando começou a obrigatoriedade da NFC-e, o valor representa aproximadamente 30% do que essas empresas teriam que pagar em ICMS para o Estado no período. E o prejuízo pode ser muito maior, segundo o superintende de Controle e Fiscalização, Luciano Caldas. “Pelo histórico fiscal do grupo, a sonegação pode chegar a mais de R$ 10 milhões”, afirmou.

O delegado Marcelo Aires, titular da DOT, explicou que o grupo utilizava um programa paralelo de emissão de notas fiscais com o intuito de fraudar o documento e sonegar o ICMS. “Os gerentes da rede foram ouvidos. Eles negaram a prática da fraude e alegaram que o serviço de emissão da nota era feito por empresa terceirizada”, afirmou o delegado. Ele ressaltou que a investigação continua e outras pessoas serão ouvidas.

Nota Fiscal Goiana – A investigação conjunta entre o fisco estadual e a polícia civil começou a partir da denúncia de um consumidor, participante do programa Nota Fiscal Goiana. “Ao pedir o CPF na nota, o consumidor resolveu checar no site do programa se havia sido inserido, mas constava inexistente. Ele acionou a Sefaz e constatamos a irregularidade”, explicou o supervisor de Controle e Fiscalização. A partir daí a polícia identificou que a prática era reincidente na empresa.

Luciano Caldas explica que o consumidor pode realizar denúncias se perceber qualquer irregularidade. “É sempre importante guardar a nota, para que possamos checar a regularidade da chave de acesso”. A denúncia pode ser feita a partir da Ouvidoria, pelo número 0800 707 8081, ou pelo site da Secretaria (www.sefaz.go.gov.br), clicando no banner da Ouvidoria.

Foto: Denis Marlon

Comunicação Setorial – Economia

Vereador José Monteiro, nº 2233 - Setor Nova Vila Goiânia - GO - Cep: 74.653-900 Fone:(62) 3269-2000 CNPJ Sefaz: 01409655/0001-80

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento