Governo de Goiás

Secretaria de Estado da Fazenda

Busca:
Área Restrita
Cadastre-seCadastre-se
Notícias
Goiás é inserido em pesquisa inédita sobre a violência contra a mulher

17 de setembro de 2019

Goiás passa a integrar pesquisa inédita na América Latina sobre a violência contra a mulher, seja ela física ou psicológica, e seus reflexos na educação das crianças. O tema foi apresentado pelo professor José Raimundo Carvalho, da Universidade Federal do Ceará (UFC), na manhã desta terça-feira (17/9), no auditório da Secretaria da Economia, a convite da secretária Cristiane Schmidt (Economia) e do diretor-executivo do Instituto Mauro Borges de Estatística e Estudos Socioeconômicos, Cláudio André Gondim Nogueira. Participaram do seminário toda a rede de enfrentamento à mulher do Estado de Goiás, integrantes do Conselho Estadual da Mulher e servidores públicos.

O professor José Raimundo Carvalho, responsável pela pesquisa “A PCSVDF Mulher e sua Importância pata Subsidiar a Gestão das Políticas de Violência Doméstica no Brasil”, disse que o levantamento já atingiu, desde 2016, mais de 10 mil mulheres em todo o Brasil. “Nós estamos, pela primeira vez, coletando dados em Goiânia. Nós estamos montando a melhor base de dados sobre a violência doméstica e familiar contra a mulher que já foi coletada na América Latina. Isso subsidiará todas as políticas e programas do Estado de Goiás”, disse.

A pesquisa do professor da UFC será realizada em setembro e outubro deste ano no Estado de Goiás. “Nós estamos formando uma base socioeconômica das famílias e mapeando vários aspectos, sendo a principal essa questão da violência contra a mulher, que está sendo feita aqui em Goiás em parceria com a Superintendência da Mulher e Igualdade Racial”, revelou Cláudio André Gondim Nogueira.

A secretária Cristiane Schmidt deu boas-vindas ao professor José Raimundo Carvalho e ressaltou que sua pesquisa será essencial para a elaboração de políticas públicas focadas na mulher. Para a secretária, além de provocar a baixo autoestima e o aumento do índice de suicídio, “a violência contra a mulher está relacionada, também, com o desenvolvimento cognitivo da criança, porque a mulher acaba refletindo isso na educação dos seus filhos”.

Segundo a superintendente da Mulher e da Igualdade Racial da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social, Rosilene Oliveira Guimarães, Goiás ocupa o 5º lugar no ranking nacional de violência contra a mulher. “Qual é o meio social que a mulher vive, sua dependência emocional e financeira, como se dá esse ciclo de violência para tirarmos a mulher dessa condição?”, questionou Rosilene Guimarães ao destacar que está sendo criado um observatório, com a participação do IMB, “para termos esses dados, porque não se faz política pública sem os números”, completou.

Comunicação Setorial – Economia
Fotos: Denis Marlon

Vereador José Monteiro, nº 2233 - Setor Nova Vila Goiânia - GO - Cep: 74.653-900 Fone:(62) 3269-2000 CNPJ Sefaz: 01409655/0001-80

© Copyright 2012. Todos os direitos reservados. Desenvolvido pela Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento